VIVO NA BRIGA PARA FUGIR DO Z4, SPORT DEMONSTRA VALENTIA E VENCE O GRÊMIO FORA DE CASA

Em jogo cheio de alternativas e muitos erros defensivos, o Sport conseguiu sua terceira vitória fora de casa na Série A deste ano. A equipe do técnico Milton Mendes venceu o Grêmio por 4 a 3, na Arena, em Porto Alegre. Esta foi apenas a segunda vez na temporada que o Leão conseguiu marcar quatro gols em uma partida, com destaque para o volante Jair que marcou dois. O resultado positivo serve para diminuir diferença para o América-MG, primeiro time fora da zona de rebaixamento do Brasileiro.
O jogo
Visando a vitória para diminuir a distância para sair do Z4, o Sport buscou comandar as ações desde o início do primeiro tempo. Antes de completar cinco minutos de partida, o Leão já havia finalizado duas vezes contra a meta do goleiro Paulo Victor. Até que aos sete minutos veio o primeiro gol. Em falta lateral cobrada por Michel Bastos, o volante Jair subiu mais que a defesa tricolor para estufar a rede com uma bela cabeçada.
Após sofrer o gol, a equipe alternativa do Grêmio começou a sair mais para o jogo buscando o ataque e controlando a posse de bola. O Rubro-negro, por sua vez, buscava sair em velocidade para o contragolpe, especialmente com Cláudio Winck e Michel Bastos.
Aos 20 minutos, os gaúchos chegaram próximos ao gol de Maílson duas vezes. Primeiro em jogada de Kaio, que driblou o lateral Sander na grande área e rolou a bola para Thonny Anderson bater. A segunda veio em cabeçada do zagueiro Kannemann após cobrança de escanteio. Aos 26, Bressan se lançou ao ataque, como se fosse um lateral, e deu um chute perigoso que foi defendido pelo goleiro leonino.
Em contra-ataque puxado por Mateus Gonçalves, o atacante abusou de sua principal característica, a velocidade. O jogador do Sport passou por três marcadores e bateu para o gol, Paulo Victor ainda tentou defender, mas não conseguiu evitar o segundo tento do Leão. Após pressionar durante boa parte da primeira etapa, o Grêmio chegou ao seu gol aos 38 minutos. O volante Matheus Henrique recebeu bola na entrada da área, limpou dois defensores e bateu no canto esquerdo de Mailson. O lance foi alvo de muita reclamação dos leoninos devido a um toque de braço na bola do jogador do Imortal.
Segundo tempo
Como era esperado, o Grêmio voltou do intervalo pressionando o Sport em busca do empate. Em seis minutos, o time gaúcho conseguiu resultado desta postura mais agressiva. Aos 6 minutos, o atacante Mateus Gonçalves derrubou Madson na área e o juiz Dewson Freitas assinalou o pênalti, que Juninho Capixaba bateu e igualou o placar em Porto Alegre.
Porém, menos de um minuto depois, Sander cruzou bola para a área e encontrou o meia Gabriel sozinho, o camisa 30 cabeceou e desempatou a partida, colocando o Sport novamente na frente do placar.
Aos 14, novo empate do Grêmio. Após bonita jogada pela direita, o atacante Thonny Anderson recebeu do lateral Madson boa bola na entrada da pequena área, quando bateu de perna esquerda frente a frente com Maílson.
Mesmo com o empate em 3 a 3 no placar, o segundo tempo continuou frenético. Aos 18, o volante Matheus Henrique cometeu falta na intermediária ofensiva do Sport. Michel Bastos lançou para a área e encontrou o volante Jair, que dominou cara a cara com Paulo Victor e fuzilou para o gol, colocando novamente o time pernambucano na dianteira do placar.
Após fazer o quarto gol, o Sport passou a tomar uma postura mais defensiva em campo, especialmente depois da entrada do atacante Marinho. Essa postura se tornou ainda mais clara com as substituições feitas por Milton Mendes, retirando Hernane para colocar Fellipe Bastos e ao colocar Nonoca na vaga de Jair que saiu com câimbras.
Yago Mendes /Especial para o Diario

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *