SPORT É PUNIDO POR ATRASO SALARIAL, PERDE TRÊS PONTOS E CAI UMA POSIÇÃO NA SÉRIE A DE 2018

Às vésperas de estrear na Série B, na próxima sexta-feira, contra o Oeste-SP, na Ilha do Retiro, o Sport foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva e perdeu mais uma posição no Campeonato Brasileiro do ano passado. Denunciado pelo meia Gabriel, atualmente no Kashiwa Reysol, do Japão, por atrasos salariais, o Leão foi punido com a perda de três pontos pela falta de fair play financeiro e ainda terá que pagar uma multa de R$ 4,5 mil. A decisão cabe recurso.

Com isso, os rubro-negros, que haviam sido rebaixados na 17ª colocação, com 42 pontos, caem para o 18º lugar, com 39 e são ultrapassados pelo América-MG, que somou 40. O Vasco foi o primeiro time fora da zona de rebaixamento, na 16ª colocação, com 43 pontos.
Gabriel denunciou o Sport em janeiro, com uma notícia de infração no STJD informando salários atrasados de agosto a dezembro do ano passado, o que segundo o jogador acarreta em uma dívida total de cerca de R$ 900 mil. O meia disputou 47 partidas pelo Sport no ano passado, sendo 33 pelo Brasileiro, e marcou seis gols.
O Sport é o segundo clube pernambucano punido no STJD por falta de fair play financeiro. O primeiro foi o Santa Cruz, na primeira punição do tipo no futebol brasileiro, em 2017. Na ocasião o tricolor também perdeu 3 pontos na classificação final da Série A de 2016 e ainda sofreu uma multa de R$ 30 mil devido aos salários atrasados.
No entanto, a punição não alterou a posição final do clube coral, que passou a somar 28 pontos, a mesma do América-MG, contudo se manteve na 19ª colocação por ter maior número de vitórias que o clube mineiro (8 x 7).

João de Andrade Neto /Superesportes – Foto: Peu Ricardo/DP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *