SPORT DECEPCIONA NA ILHA

Decepção. Esse foi o sentimento da torcida do Sport, no jogo deste domingo na Ilha do Retiro, válido pela 36ª rodada da Série B, do Campeonato Brasileiro. O que era para ser festa, se tornou em apreensão. Com duas rodadas ainda para finalizar o campeonato, o Sport precisa de um empate no jogo de quarta-feira, contra a Ponte Preta na Ilha, às 21:30, para o acesso à série A 2020. Na classificação o Sport tem 64 pontos, seguido por, Atlético/GO, Coritiba/PR e América/MG. Um empate, garante o leão na elite do futebol.

24.420 torcedores foram a Ilha, e viram um time diferente daquele que enfrentou e venceu o Botafogo/SP em São Paulo. O time foi apático, e para tranquilidade da nação, basta um empate, contra a Ponte Preta. A equipe sentiu os desfalques logo na primeira etapa. Leandrinho e Rafhael Thyere foram as peças que poderiam mudar a história do jogo.

Num lance de bola na área, Guilherme tentou de bicicleta mais a bola saiu fraca. Marquinhos, pela direita chutou cruzado e a bola saiu pela linha de fundo. O Vila Nova, teve sua chance mais a bola para no goleiro Luan Poli. No retorno para a etapa final, Guto Ferreira sacou Marquinho para a entrada de Yan, na intenção justamente de dar maior volume ofensivo pelos lados, com qualidade e velocidade. Porém, o primeiro lance de perigo foi para o Vila Nova, com um chute perigoso de Capixaba, que desviou em Cleberson, e assustou Luan Polli, aos cinco minutos. Na sequência, Gustavo Henrique cabeceou para fora. A tensão só crescia na Ilha.

Agora é esperar e soltar o grito de voltei a série A da torcida rubro-negra. Encontro marcado, Ilha do Retiro, quarta-feira. 21:30.

Foto: Paulo Paiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *