SANDER DEIXA ASSÉDIO DE LADO E JÁ PENSA EM TREINOS PARA LEVAR SPORT DE VOLTA À SÉRIE A

Antes de tudo, Sander faz questão de trabalhar. Correr. Suar. Marcado pela dedicação nos treinos e jogos, o atleta consolidou uma imagem positiva perante à torcida. Face talhada mesmo em um ano onde o clube foi rebaixado à Série B e que o jogador passou a maior parte do tempo sem um concorrente que fizesse sombra à sua posição. É, novamente, com esse empenho que ele pretende mergulhar em mais um ano de rubro-negro. Em entrevista ao Superesportes, o atleta de 28 anos se diz alheio a possíveis sondagens do mercado para já iniciar os trabalhos voltados ao reerguimento do clube. Para isso, pretende intensificar treinos físicos mesmo no período de férias e, assim, conseguir se recuperar da entorse que o tirou dos últimos sete jogos do Sport.

“É obrigatório levar o Sport à Série A de novo. Isso é de primeira”, diz o jogador, em relação ao objetivo básico de 2019. A meta traçada por Sander é fruto da confiança de quem se cobra e, agora, também é reconhecido pela torcida rubro-negra pela marca da entrega. Voluntarioso em campo, o atleta se consolidou como titular da equipe na segunda temporada na Ilha do Retiro.
“Eu não preciso mostrar para o torcedor que eu sou assim. Prefiro treinar, trabalhar, porque eu gosto. Além do mais, eu levo na minha cabeça que o trabalho é divino. Então, quero estar sempre trabalhando. Quando saio do treino, o que posso fazer de recuperação em casa para pensar no próximo treino, eu faço. Eu não preciso mostrar que estou trabalhando e querer passagem essa imagem de trabalhador. É assim que prefiro ser. Eu só faço aquilo que gosto”, garante.

Daniel Leal /Diario de Pernambuco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *