WAGUINHO SE DESPEDE DO PETROLINA COM TÍTULO E CITA SENSAÇÃO DE ‘DEVER CUMPRIDO’

Capitão e jogador mais experiente do Petrolina na disputa da Série A2 do Campeonato Pernambucano, o meia Waguinho, de 34 anos, encerra sua passagem pela Fera Sertaneja com o título invicto da segundona e o acesso para a primeira divisão do estadual. O meia, que assumiu ter um pré-contrato assinado com a equipe do Macaé, disse que se despede do tricolor petrolinense com a sessação de dever cumprido.

– Eu estou com o pré-contrato assinado com a equipe do Macaé, do Rio de Janeiro. Estou viajando nessa semana. Eles queriam que eu viajasse antes, pedi que deixassem eu terminar o meu compromisso e foi muito bom fechar com o título – afirma o jogador.

Apesar da larga experiência no futebol, Waguinho diz que o título conquistado no domingo com o Petrolina é como se fosse o primeiro da carreira. Durante a comemoração do título, o meia era um dos mais animados.

– É uma sensação única, mesmo depois de tanta rodagem, com 34 anos, é como se fosse a primeira vez que sou campeão. É um sabor muito diferente, estou muito feliz, agradeço a Deus pela oportunidade. Quero dizer que é muito gratificante. Muito obrigado a todos, principalmente minha família, minha esposa, minha filha e ao bom Deus. É muito gostoso ser campeão.

 

Por Emerson Rocha — Petrolina

PETROLINA E CENTRO LIMOEIRENSE TEM PRIMEIRA DECISÃO HOJE

O Centro Limoeirense, enfrenta na noite de hoje, às 20h, no Estádio, José Vareda, em Limoeiro, a forte equipe do Petrolina, pelo primeiro jogo da final do Pernambucano A2 2018.

Com campanhas bastante parecidas os times vão em busca dos três pontos para chegar no jogo da volta com mais tranquilidade. Pelo Grupo A, o Petrolina terminou a primeira fase na liderança e está invicto na competição. Já pelo Grupo C, o Centro foi o vice-líder contabilizando oito pontos em seis jogos realizados.

O confronto desta noite será acompanhado de perto pelos técnicos Pedro Manta que defende o Petrolina e por João Alfredo do Centro Limoeirense. Os dois comandantes estão confiantes com suas equipes e devem fazer um belo trabalho nessa primeira decisão.

SERRANO PERDE PARA O CENTRO E ESTÁ FORA DA FINAL

O Serrano foi até a cidade de Limoeiro, agreste de Pernambuco, enfrentar a equipe do Centro Limoeirense, no Estádio José Vareda, na última sexta-feira. Depois de muito transtorno com a queda de energia no entorno e dentro do Estádio, o jogo teve seu inicio com vinte e cinco minutos de atraso. O arbitro da partida, Nielson Nogueira, em conversa com o delegado do jogo, disse que iria aguardar o tempo regulamentar para poder dá inicio a partida.

Com a chegada da energia, o jogo teve inicio e o Centro saiu na frente, com o gol de Daniel Passira ao 9 minutos do primeiro tempo, em cobrança de pênalti. O Serrano não se abateu e foi pra cima deixando a retaguarda vulnerável aos atacantes do Centro Limoeirense que aos 32 ainda do 1º tempo em contra-ataque rápido após bola perdida pelo Serrano no campo de ataque, Renan amplia o placar no José Vareda e marcou o segundo gol. Aos 35 do 1º tempo, após cobrança de falta, Didil sobe sozinho e, de cabeça, diminui o placar, 2 x 1. O segundo tempo começou com o Centro pressionando o Serrano e buscando o terceiro gol. Aos 25 do 2º tempo, nova queda de energia e o jogo é paralisado. Aos 27 do 2 º tempo Rennan amplia o placar em Limoeiro após mais uma falha da zaga do Serrano. Aos 43 minutos do 2º tempo, após cobrança de falta no campo de defesa, a bola sobra para Mathaus acertar um chutaço na entrada da área e marcar um golaço. Diminui o Jumento de Aço no Varedão. Com o resultado, Centro Limoeirense 3 x 2 Serrano, o Jumento de Aço está fora da final que acontece na próxima quarta-feira, o primeiro jogo às 15:00 em Limoeiro, e o jogo de volta, valendo o título, no Paulo Coelho, em Petrolina, no domingo às 16:00.

SERRANO VENCE ÍBIS NOS PÊNALTIS E SE CLASSIFICA PARA AS SEMIS

Em um jogo bastante disputado do início ao fim, o Serrano venceu o Íbis nos pênaltis e garantiu a classificação para as semifinais do Campeonato Pernambucano Série A2/2018. Durante os 90 minutos de bola rolando, as duas equipes buscaram o gol, mas acabaram esbarrando nos seus próprios erros.

Com o empate em 0 x 0 no tempo regulamentar a partida foi decidida nos pênaltis. O Jumento de Aço venceu o Pássaro Preto por 5 x 4 e garantiu a vaga.

O primeiro jogo das semifinais será nesta terça-feira (23), contra o Centro Limoeirense, às 19h30, no Vianão, em Afogados da Ingazeira.

 

Por Assessoria FPF Foto: Divulgação FPF

ÍBIS VIAJA MAIS DE 450 KM EM BUSCA DA CLASSIFICAÇÃO

O Íbis chegou a cidade de Afogados da Ingazeira para enfrentar a equipe do Serrano que ficou com a vaga de segundo colocado do grupo A do Campeonato Pernambucano Série A2, depois que o 1º de Maio foi desclassificado por ter colocado jogadores amadores com número maior que o permitido pelo regulamento da competição. A equipe do Serrano vinha treinando forte, mesmo desclassificado, esperando o julgamento, que ocorreu na última quinta-feira, no Tribunal de Justiça Desportiva, da FPF – Federação Pernambucana de Futebol. O jogo será às 15:00h desta quarta-feira (17) com arbitragem de Gleydson Leite, Auxiliado por, Ricardo Chianca e Bruno Cesar. O 4º arbitro é Nairon Pereira.

O Íbis, que estava aguardando a definição do TJD da FPF, vem para esse jogo com o time completo, e, não deixou de se preparar. Durante toda a semana a equipe fez treinos tático e técnico visando esse jogo fora de casa. A parte física foi bastante exigida pelo técnico do Pássaro Preto, pois o calor no sertão pernambucano está muito forte.

O Serrano chegou a diminuir seu elenco até que fosse definido o julgamento. Robério Souza, aproveitou esse tempo de espera para fazer uma movimentação com alguns jogadores no Estádio Nildo Pereira, o Pereirão, em Serra Talhada.

Uma vitória para o Jumento de Aço, pode leva-lo a semi-final da campeonato e irá enfrentar o Centro Limoeirense que está no aguardo de seu adversário.

 

Sebastião Costa

PETROLINA VAI COM VANTAGEM PARA BONITO ENFRENTAR O DECISÃO PELO JOGO DE VOLTA

A equipe do Petrolina vai com vantagem para o jogo de volta, pela semi-final do Pernambucano da série A2. Com a vitória em casa, no Paulo Coelho, por 4 x 2, a Fera Sertaneja pode perder por até um gol de diferença. um mesmo resultado leva o jogo para as penalidades. Foi um jogo relativamente fácil, mais o Petrolina enfrentou dificuldades no inicio do jogo. Vaguinho foi o grande nome da partida, armando o Petrolina em suas jogadas ofensivas. O Petrolina marcou de pênalti, abrindo a porteira do Decisão.  No segundo tempo, Pedro Manta mudou o esquema da equipe que ficou mais ofensiva e conseguiu marcar com mais facilidade. O Decisão, do Técnico, Paulo Júnior, precisa reverter o resultado. Joga em casa e só a vitória por uma diferença por 3 gols lhe dá a classificação para a final do campeonato. O jogo de volta será na próxima quarta-feira, em Bonito, às 16:00h.

1º DE MAIO PERDE NO TJD DA FPF E ESTÁ FORA DO PERNAMBUCANO A2

O 1º de maio, de Petrolina, sertão do São Francisco, está fora do Pernambucano A2. A punição é por conta da equipe azulina ter colocado 7 jogadores na escalação entre titulares e reservas, quando o regulamento só permite 5. Como já era esperado o 1º de Maio deixa o campeonato por ter perdido 3 pontos por conta da irregularidade. Com isso, o Serrano, de Serra Talhada, assume a segunda colocação e vai fazer o jogo das quartas de final contra o Íbis. o Primeiro jogo será provavelmente no estádio Vianão, em Afogados da Ingazeira, na quarta-feira, dia 17 de outubro.

 

1º DE MAIO PODE SER DESCLASSIFICADO DO PERNAMBUCANO A2

A equipe do 1º de Maio está outra vez na pauta do TJD da Federação Pernambucana de Futebol. Desta vez, o azulino foi denunciado por ter colocado sete jogadores amadores no jogo contra o Petrolina, na última rodada da série A2 do Pernambucano. O regulamento do Campeonato, em seu artigo 4º. parágrafo 1º, só permite cinco (05) jogadores não profissionais, entre reserva e titulares, e o 1º de Maio colocou sete (07) jogadores. O time foi denunciado com base no artigo 214º do CBJD, que diz; Incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente. (Redação dada pela Resolução CNE nº 29 de 2009). e a por esse ato infracional; PENA: perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais). (NR). No parágrafo 3º diz; A entidade de prática desportiva que ainda não tiver obtido pontos suficientes ficará com pontos negativos. Com isso, fica clara a perda de 3 pontos pelo 1º de Maio, e consequentemente, a desclassificação da competição, pois, hoje o 1º de Maio tem 10 pontos, com menos 3, fica com 7, daí, abre-se uma porta para a equipe do Serrano que tem 8 pontos e se classifica para a próxima fase e enfrenta o Íbis na semana que vem.

Vamos aguardar até a quinta-feira, quando o TJD da FPF deve julgar a denuncia e comunicar ao Departamento de Competições, e aí sim, marca o jogo.

 

Por; Sebastião Costa

 

JULGAMENTO NO TJD FAVORÁVEL AO 1º DE MAIO

O TJD da FPF, decidiu agora a pouco na sede da Federação Pernambucana de Futebol, por 3 votos a 1, absolver o 1º de Maio no Processo 106/2018 por irregularidade do jogador Vinicius Quaiati. O Presidente da equipe contestou e apresentou provas que foi aceita pelo plenário. Já o Processo 090/2018, por atraso no jogo contra o Petrolina na 1ª rodada, o clube foi penalizado com uma multa de R$ 1.400,00. Agora a equipe azulina espera o Íbis para o primeiro jogo  das quartas de final. Josué, Presidente do 1º de Maio disse a nossa reportagem e a equipe Show de Bola, da Rádio Cultura FM 92,9 que estava confiante desde o inicio, que não tinha feito nada de errado. O presidente da FPF agora fará o procedimento para marcar esse jogo que está coberto de expectativa.

1º DE MAIO ENTRA COM RECURSO NA FPF. O JOGO AGORA É FORA DE CAMPO

A Direção do 1º de Maio, de Petrolina, Sertão do São Francisco, entrou com recursos no TJD da FPF. Denunciado nos Processos 090/2018 e 106/2018, o Presidente Josué Nascimento, já preparou sua defesa e pretende reverter a situação. Segundo ele, está tranquilo e tem certeza de não ter feito nada errado.

O Art. 206, citado no Processo 090/2018, é pelo atraso no jogo de abertura da rodada do Pernambucano A2, quando a equipe azulina teve que trocar o seu uniforme. Segundo Josué, o mandante, o Petrolina era que deveria ter trocado o uniforme. Já o Processo 106/2018, é sobre a transferência do Jogador Vinicius Quaiati de Souza. Segundo o time do Serrano, esse jogador estava irregular. A equipe azulina já enviou a FPF sua defesa e garante que vai provar que o jogador está regular.

Em contato com a equipe Show de Bola, da Rádio Cultura FM 92,9 a Direção do 1º de Maio, contou que já está com um representante no Recife, que irá participar do julgamento amanhã às 18:00 na salão do TJD da FPF.

 

Por: Sebastião Costa

1 2 3 5