AFOGADOS FAZ TREINO A NOITE NO VIANÃO

Com treino realizado no período da noite, a equipe do Afogados da Ingazeira dá continuidade à sua preparação para o pernambucano 2020. O técnico Pedro Manta fez uma movimentação com bola, em alguns momentos com jogadas mais duras. Ele ressalta que o treino marcado para amanhã, no Estádio Vianão, contra o Nacional de Patos, vai ser para avaliar o posicionamento da equipe e algumas correções. A parte tática com o time, teoricamente o principal, será colocada em prática, mas não descarta fazer substituições durante a partida que vale a taça Valdemar Viana de Araújo. Com relação a contratações, a coruja do Sertão colocou o pé no freio, a equipe conta com um bom número de jogadores para trabalhar o início do pernambucano.

Para a partida amistosa desta quarta-feira, a Diretoria espera a presença de um bom público, e que todos possam ajudar o time na temporada. A equipe do Afogados da Ingazeira, com apenas seis anos de existência vai disputar pela primeira vez duas competições nacional, Copa do Brasil e Série “D” do Campeonato Brasileiro. A estréia do Afogados no pernambucano 2020 será um clássico do Sertão, no dia 19 de janeiro, às 16:00, no Estádio Vianão, contra o Salgueiro.

Por: Sebastião Costa / Foto: Claudio Gomes

JORNAL INGLÊS COLOCA CHELSEA NA BRIGA POR GABRIEL, QUE TEM FUTURO INCERTO NO FLAMENGO

Com futuro ainda incerto no Flamengo, Gabriel Barbosa tem sido especulado em times ingleses nos últimos dias. Depois do interesse do West Ham tornar-se público, o jornal britânico The Sun noticiou nesta quinta-feira que o atacante está na mira do Chelsea.

Os Blues não puderam contratar na última janela de transferências e, dessa forma, devem buscar reforços em janeiro. Gabigol é jovem e se insere no perfil que agrada Frank Lampard, treinador do clube londrino.

Ainda de acordo com a publicação, o interesse do West Ham na contratação de Gabriel surgiu após a disputa do Mundial de clubes. O time inglês teria enviado representantes a Doha, com o objetivo inicial de observar Bruno Henrique. No entanto, os Hammers passaram a ficar de olho também no camisa 9 do Rubro-Negro.

O contrato de empréstimo de Gabriel junto ao Flamengo encerrou-se no dia 31 de dezembro de 2019. Dessa forma, a Internazionale pode ouvir propostas de qualquer time que esteja interessado em contar com o atacante. No ano passado, o jogador disputou 59 partidas pelo Rubro-Negro e anotou 43 gols.

Gazeta Press (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

AFOGADOS DA INGAZEIRA SE REAPRESENTA E TRABALHA FORTE

A equipe do Afogados da Ingazeira se reapresentou na última quinta-feira (02) e trabalhou forte com os jogadores contratados. O técnico Pedro Manta de volta a equipe, depois de uma passagem pelo Retrô, falou que “pretende trabalhar jogo-a-jogo”, para o treinador, cada jogo é uma história e vai trabalhar sempre pensando no próximo adversário. Na comissão técnica uma novidade, Bebeto, que no ano passado defendeu a equipe dentro de campo, em 2020, será auxiliar de Pedro Manta.

A Coruja do Sertão está completa, porém, nos últimos dias recebeu um reforço considerável, Eduardo Erê, volante, de 31 anos, que havia sido contratado pelo Central de Caruaru para defender a patativa do agreste, rescindiu contrato. Seu último clube, onde jogou, foi o The Villages Soccer Club, da Florida, Estados Unidos.

O Afogados entra em campo na quarta-feira, dia 8 de janeiro, no Estádio Vianão, para um amistoso contra o Nacional de Patos/PB. A partida vale a taça Valdemar Viana de Araújo e é realizada sempre em preparação para o campeonato pernambucano. O Afogados enfrenta na primeira rodada a equipe do Salgueiro, para isso, o Estádio Vianão está sendo preparado nos mínimos detalhes uma vez quê, receberá jogos da Série D, Copa do Brasil e o Pernambucano.

SÉRIE D TERÁ CAMPEÕES DE DIVISÕES DO BRASILEIRÃO E CLUBES COM TÍTULOS EM DOIS NACIONAIS

Série D do Campeonato Brasileiro pode ser a última divisão nacional, mas ainda assim conta com clubes tradicionais. Em 2020 não será diferente. Tanto é verdade que o último escalão do Brasileirão contará com campeões das Séries B e C, além da própria divisão, e até clubes com dois Nacionais no currículo.

O Joinville, por exemplo, foi campeão da Série C em 2011 e, três anos depois, chegou à Série A com direito a título na Série B. O Brasiliense também já teve seus momentos de glória, apesar de, hoje, disputar a Série D. O Jacaré deu a volta olímpica no terceiro escalão nacional em 2002 e, em 2004, foi campeão da Série B.

O Brasiliense terá seu maior rival na Série D. O Gama está entre os campeões nacionais. O Periquito faturou a Série B em 1998. Já o ABC, rebaixado no ano passado, ostenta o título da Série C de 2010. Entre os campeões nacionais, apenas o Guarany já levantou o troféu da Série D. O clube cearense foi campeão em 2010.

GABRIEL É HERÓI, FLAMENGO VIRA SOBRE O RIVER NO FIM E É CAMPEÃO DA LIBERTADORES

Campeão da Copa Libertadores em 1981, o Flamengo finalmente conquistou seu bicampeonato do torneio continental. De forma dramática, o time brasileiro virou sobre o River Plate nos acréscimos do segundo tempo, com dois gols do atacante Gabriel, e venceu por 2 a 1 no Estádio Monumental de Lima, no Peru, neste sábado. O atacante colombiano Rafael Borré fez o gol do time argentino.

O jogo começou com protagonismo ofensivo do Flamengo, que tomou a iniciativa e marcou presença no campo adversário. O River, porém, manteve a linha de defesa sólida e resistiu à pressão nos minutos iniciais. 
Bem na marcação e objetivo no contra-ataque, o time argentino foi traiçoeiro e surpreendeu aos 15 minutos: Nacho Fernández cruzou rasteiro da direita, Arão e Gerson não cortaram e Borré apareceu livre para bater o goleiro Diego Alves.
Depois do 1 a 0, o Flamengo seguiu com mais posse de bola, mas o River manteve a solidez defensiva e passou a levar mais perigo, criando boa chance com De La Cruz, que não concluiu. 

Pouco depois, Gerson acusou dores e foi substituído por Diego. E o River voltou a assustar: aos 21, Suárez recebeu dentro da área, livre, e cruzou rasteiro. Marí se esticou todo para cortar o perigo. Logo após, chute perigoso de Fernández.
A partida seguiu tensa e o Flamengo voltou a ter uma boa oportunidade aos 30 minutos: Diego tocou para Gabriel, que rolou para Éverton Ribeiro cruzar em direção a Arrascaeta, que errou o voleio. No rebote, Diego isolou.
Nos minutos finais, o time brasileiro foi para o ‘abafa’ e levou perigo com Gabriel, que teve bom passe para Bruno Henrique interceptado. Corte providencial para o River. O time argentino, porém, sucumbiria logo na sequência.
Aos 43, Bruno Henrique achou Arrascaeta dentro da área. O uruguaio cruzou rasteiro e achou Gabriel livre. O atacante só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das rede. E ele não parou por aí.
Três minutos depois, após lançamento, o camisa nove levou a melhor sobre o zagueiro Pinola e soltou a bomba de pé esquerdo para virar o jogo. Gabriel ainda seria expulso em confusão no fim da partida, mas isso não impediu o título dramático do Flamengo, campeão da Libertadores 38 anos depois.

Agência Estado (Foto: Ernesto Benavides/AFP)

COM APENAS 13 ATLETAS COM CONTRATO PARA 2020, SPORT AGENDA DATA PARA INICIAR RENOVAÇÕES

A festa pelo acesso para a Série A de 2020 começará a dar espaço a um período de muita conversas e ligações no Sport. A partir da próxima segunda-feira, o clube rubro-negro pretende intensificar o planejamento para a próxima temporada. E isso passa necessariamente nas renovações de contratos de jogadores e do técnico Guto Ferreira. Para se ter uma ideia, do time titular que entrou em campo contra a Ponte Preta e garantiu o acesso na última quarta-feira, apenas o goleiro Luan Polli, zagueiro Eder, o volante Marcão e o atacante Elton tem contrato para o próximo ano. 

“Já temos algumas conversas prévias, mas nos demos dois dias de folga – sábado e domingo – e segunda-feira é que vamos começar a colocar em prática. Qualquer coisa que eu falar agora pode atrapalhar. Não posso adiantar nada. Já tivemos algumas conversas prévias, lógico, mas nosso foco era o acesso. E a definição final será na reunião de segunda-feira”, garantiu o diretor de futebol do Sport, Nelo Campos.
Mas a renovação de contratos passará, primeiramente, por a permanência ou não do técnico Guto Ferreira. Há, entretanto, um interesse mútuo entre as partes que leva a uma sinalização por renovação. 
“Já tivemos algumas conversas prévias e já temos coisas alinhadas. Mas tanto o foco dele como o nosso sempre foi o acesso. Tanto ele mesmo fez questão de firmar isso. E a confiança que existe entre ambas as partes nos deu a tranquilidade para trabalhar sem desespero e estamos trabalhando sem desespero. Então ele vai descansar esse final de semana e a gente também vai descansar. E a partir de segunda-feira vamos traçar, não só a questão financeira, que ele mesmo já deixou claro que o financeiro não é tudo, e traçar o projeto para 2020 e daí vai começar a renovação final dele”, explicou Nelo.

Por: Anderson Malagutti

PEDRO MANTA É APRESENTADO NO AFOGADOS

O técnico Pedro Manta está de volta ao Afogados da Ingazeira, para o Pernambucano A1 em 2020. A apresentação foi na última quarta-feira na loja da Coruja do Sertão. Além de Diretores, se fizeram presentes as torcidas organizadas, Afogados Chope e Torcida Jovem, além da imprensa do Pajeú com as Rádios, Afogados FM, Pajeú FM e Rádio Cultura FM de Serra Talhada.

Na apresentação, Pedro Manta falou das dificuldades que vem pela frente, pois são várias competições ao mesmo tempo e requer um maior planejamento. Pedro Manta pretende trabalhar com 25 atletas e vai se reunir com a diretoria em busca de solução, uma vez quê, com uma folha de pagamento no limite, a estratégia é buscar nomes conhecidos da região. Manta falou ainda, do formato da competição que será mais difícil com a chagada do Ratrô e também com um Náutico embalado com o campeonato da série C.

A apresentação dos atletas está prevista para o dia 16 de dezembro e vai contar com uma solenidade, como nos anos anteriores. Os diretores Ênio Amorim e Márcio, também participaram e falaram das expectativas para temporada, que para eles já começou. A equipe vai participar do Pernambucano A1, Copa do Brasil e Série D do Brasileirão.

PERNAMBUCANO A1 2020 MUDA FÓRMULA

O Conselho Arbitral da FPF se reuniu hoje (18) a tarde para definir como será o campeonato pernambucano 2020. O novo formato é inédito, são 13 datas, com início no dia 18 de janeiro. Segundo o presidente Evandro Carvalho, a reunião proporcionou aos clubes um entendimento satisfatório e assim se chegou ao senso comum. Só um detalhe ficou pendente, as datas das finais. Um contato com a CBF definirá qual o dia e hora.

São dez equipes que enfrentam em turno apenas de ida, daí os seis melhores se classificam, e os quatro últimos duelam em um quadrangular com pontos corridos definindo os dois rebaixados à Série A2. Dos seis que passam de fase, os dois primeiros já estão garantidos na semifinal, o 3º enfrenta o 6º e o 4º duela com o 5º para definir os outros dois semifinalistas – estes confrontos serão realizados em jogo único, com mando para a equipe de melhor desempenho na primeira fase.

Na semifinal, novamente jogo único, com o líder e vice-líder da primeira fase tendo o mando de campo por conta da melhor campanha. Já na final, os duelos serão em ida e volta, com o time que tiver feito mais pontos ao longo da primeira fase realizando a segunda partida em casa.

Regulamento do Pernambucano de 2019

Nº de participantes: 10 clubes

Náutico, Sport, Santa Cruz, Central, Salgueiro, Vitória, Afogados, Petrolina, Decisão e Retrô

Data: começa 18 de janeiro

1ª fase: turno único; Todos os clubes se enfrentam em jogos de ida, se classificando os seis melhores e os quatro piores realizam um quadrangular de pontos corridos em três datas para definir os dois rebaixados. Os dois primeiros nesta fase já se garantem na semifinal.

2ª fase: mata-matas; Disputada em jogo único, com o 3º colocado enfrentando o 6º, e o o 4º jogando contra o 5º para definirem os outros dois semifinalistas. Os times de melhores campanha fazem a partida como mandantes. Em caso de igualdade, a decisão será nos pênaltis.

3ª fase: semifinal; Também disputada em apenas um jogo com o mando para o líder e vice-líder da primeira fase. Em caso de igualdade, a decisão será nos pênaltis.

4ª fase: final; Realizada em jogos de ida e volta, com o time de melhor campanha fazendo o segundo jogo em casa. Para a definição do campeão, será considerada a soma da pontuação nos dois jogos. Em caso de igualdade em pontos, o primeiro critério será o saldo de gols na fase (sem gol qualificado). Persistindo o empate nos 180 minutos, o campeão sairá nos pênaltis.

SPORT DECEPCIONA NA ILHA

Decepção. Esse foi o sentimento da torcida do Sport, no jogo deste domingo na Ilha do Retiro, válido pela 36ª rodada da Série B, do Campeonato Brasileiro. O que era para ser festa, se tornou em apreensão. Com duas rodadas ainda para finalizar o campeonato, o Sport precisa de um empate no jogo de quarta-feira, contra a Ponte Preta na Ilha, às 21:30, para o acesso à série A 2020. Na classificação o Sport tem 64 pontos, seguido por, Atlético/GO, Coritiba/PR e América/MG. Um empate, garante o leão na elite do futebol.

24.420 torcedores foram a Ilha, e viram um time diferente daquele que enfrentou e venceu o Botafogo/SP em São Paulo. O time foi apático, e para tranquilidade da nação, basta um empate, contra a Ponte Preta. A equipe sentiu os desfalques logo na primeira etapa. Leandrinho e Rafhael Thyere foram as peças que poderiam mudar a história do jogo.

Num lance de bola na área, Guilherme tentou de bicicleta mais a bola saiu fraca. Marquinhos, pela direita chutou cruzado e a bola saiu pela linha de fundo. O Vila Nova, teve sua chance mais a bola para no goleiro Luan Poli. No retorno para a etapa final, Guto Ferreira sacou Marquinho para a entrada de Yan, na intenção justamente de dar maior volume ofensivo pelos lados, com qualidade e velocidade. Porém, o primeiro lance de perigo foi para o Vila Nova, com um chute perigoso de Capixaba, que desviou em Cleberson, e assustou Luan Polli, aos cinco minutos. Na sequência, Gustavo Henrique cabeceou para fora. A tensão só crescia na Ilha.

Agora é esperar e soltar o grito de voltei a série A da torcida rubro-negra. Encontro marcado, Ilha do Retiro, quarta-feira. 21:30.

Foto: Paulo Paiva

BRASIL É TETRA SUB 17

A conquista da Seleção Brasileira Sub 17 começou no jogo contra a França. O time brasileiro se superou naquele jogo e deu total demonstração de força para o jogo final contra o México, na noite deste domingo (17). A torcida que esteve presente no Estádio, acreditou nos meninos e eles, em campo deram conta do recado. No primeiro tempo foram 13 chutes ao gol e 4 finalizações. O Brasil começou a ficar visivelmente nervoso, enquanto a equipe mexicana fazia um jogo com mais cautela. Pelos números acima, nota-se que o maior volume de oportunidades foi do Brasil, porém, a falta de gols começou a mexer com a torcida, e a inquietação das arquibancadas passava para dentro de campo, refletindo nas jogadas e deixando a equipe brasileira pavorosa.

O segundo tempo foi idêntico ao primeiro, Kaio Jorge e Patryck, sempre dando trabalho ao goleiro mexicano. Com boa jogada de Pizzuto, pela esquerda, Gonzales, de cabeça abriu o marcador para o México depois de cabecear forte, abrindo o placar. Quando tudo parecia perdido, numa jogada dentro da área mexicana, e finalizada pelo Brasil, o juiz paralisou o jogo e atendeu ao chamado do VAR. após análise do árbitro de vídeo, foi marcado uma penalidade máxima, que Pedro Jorge, pernambucano, converteu, e deu novo ânimo à torcida. Aos 47, acréscimo dado pela arbitragem, Yan cruzou da esquerde, e Lázaro, que vinha na corrida, com um toque de primeira colocou o Brasil na frente, era o gol do título.

Lembrando que a seleção brasileira não iria participar do mundial, isso só foi possível pelo fato de acontecimentos no Peru, onde seria realizada a Copa do Mundo, FIFA, transferiu o mundial para o Brasil, dando a vaga à seleção verde e amarela por ser anfitriã. Com o resultado o Brasil é Tetra campeão.

1 2 3 4 5 52