SANTA PRECISANDO VENCER

O Santa Cruz começa sua caminhada mais difícil no campeonato brasileiro da séria “C”. Enfrenta o Globo/RN, e não pode perder pontos. Faltando duas rodadas para o final da fase. O palco será a Arena de Pernambuco. O jogo é válido pela 17ª rodada e só a vitória interessa ao Santa. O tricolor está com 22 pontos, na 7ª colocação, a dois pontos da zona de classificação e ainda depende de outros resultados. Caso o Náutico vença seu confronto contra o Botafogo/PB, o tricolor do Arruda tem que torcer por um tropeço de Imperatriz/MA e Ferroviário/CE. Se acontecer o roteiro favorecendo o Santa, nos próximos confrontos a vaga será decidida nos Aflitos contra o Náutico, na última rodada.

A torcida está sendo convocada para lotar o Arruda. A Diretoria pretende fazer uma promoção de ingressos e assim sufocar o Globo/RN, que também precisa da vitória. Vai partir para o ataque, já que a lanterna é prejudicial para a imagem do clube. O jogo será no próximo domingo, às 18:00 na Arena de Pernambuco.

Por: Sebastião Costa/ Foto: Paulo Paiva/DP

FORTALEZA DE TÉCNICO NOVO.

O Fortaleza já está de técnico novo. Trata-se de Zé Ricardo, que será apresentado hoje à torcida do Leão. O desembarque ontem no Aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza contou com a presença de grande número de torcedores, de lá, seguiu para conhecer o Centro de Treinamento Alcides Santos. Zé Ricardo assumi o time após Rogério Ceni, ser anunciado pelo Cruzeiro, de Minas Gerais.

O Presidente tricolor, Marcelo Paz, recebeu também os auxiliares do novo treinador, são eles, Cleber Santos, Auxiliar, e Ricardo Henrique, preparador físico. Zé Ricardo passou por clubes tradicionais antes de vir para o Fortaleza. Flamengo, Vasco e Botafogo foram os três do Rio de Janeiro. Com 48 anos, o técnico tem a dura missão de substituir o grande ídolo Rogério Ceni, que deu grande visibilidade ao Leão.

Zé Ricardo será apresentado nesta quarta-feira, e tem um grande duelo já no fim de semana. Joga no Castelão, contra o Internacional, de Porto Alegre, no próximo sábado, às 17:00

Por: Sebastião Costa/Foto: Divulgação/Fortaleza

1º DE MAIO PRECISANDO DA VITÓRIA EM CASA

O 1º de Maio, faz dois jogos em casa e tenta se recuperar no Campeonato Pernambucano da série A2. No próximo domingo, no Estádio Paulo Coelho, em Petrolina, o time comandado pelo técnico Alexandre Lima está focando o mando de campo como fator predominante. Segundo o Alexandre, o time precisa pontuar, e, principalmente dentro de casa. O jogo será contra o Retrô, que vem com uma equipe forte, comandada por Pedro Manta, o melhor técnico do Campeonato Pernambucano da série A1, em 2019.

Com apenas três pontos na competição, estacionado na 5º colocação da tabela, o 1º de Maio precisa vencer seus jogos em casa, já que, terá dois confrontos fora de Petrolina, um contra o Vera Cruz, na Arena de Pernambuco, e outro em Limoeiro, no José Varêda, contra o Centro Limoeirense, pelas 6ª e 7ª rodadas respectivamente.

O Presidente Josué, diz que o 1º de Maio vai buscar a vitória a todo custo, porém, com muito cuidado. O Retrô é um time forte e tem bons jogadores.

Por: Sebastião Costa

SALGUEIRO EMPRESTA ATACANTE DANIEL PASSIRA PARA O MIXTO-MT E ENCAMINHA MONTAGEM DO ELENCO PARA 2020

O Salgueiro acertou o empréstimo do atacante Daniel Passira para a equipe do Mixto. O jogador de 23 anos vai passar três meses no time mato-grossense, onde disputará a Copa FMF, torneio que garante vaga na Copa do Brasil 2020. De acordo com o diretor de futebol do Carcará, Carlos José de Araújo, o empréstimo vai ser bom para dar mais experiência ao atleta, que em 2018 foi o artilheiro da Série A2 do Pernambucano.

– Essa competição vai ser boa para ele porque vai disputar com Cuiabá, Luverdense, Operário, com os times que têm perspectivas boas lá. Depois ele retorna para o Pernambucano com a gente. É um jogador que é investimento do clube, promissor, que teve uma passagem boa pelo Centro Limoeirense e na chegada ao Salgueiro ele desenvolveu muito nos treinamentos com Daniel Neri. É um jogador que Daniel puxou muito nos treinamentos. É um jogador que nós temos uma perspectiva muito grande – afirma Carlos José.

Mesmo com o Salgueiro longe das competições oficiais desde de junho, quando saiu na segunda fase da Série D, Carlos José garante que a diretoria do clube não está parada. A intenção, segundo o dirigente, é adiantar o planejamento da equipe para a próxima temporada.

– A gente conseguiu deixar alguns jogadores com perspectiva para 2020, que é o caso do César Tanaka, que renovamos, o Sinho e o Dadinha, na lateral-direita, o Ranieri vai continuar com a gente, o Hamilton, que é uma revelação do juniores, vai jogar essa competição do juniores, mas vai integrar o departamento profissional. Conseguimos renovar com Bruno. Renato, Willian Anicete e João Paulo continuam com a gente, o Daniel que a gente está emprestando, mas vai continuar com a gente, o Wallace. São jogadores que estão certo com o Salgueiro, mas vamos tentar renovar o máximo com o pessoal que disputou esse ano para tentar fortalecer ainda mais a equipe para disputar o Pernambucano 2020.

Por Emerson Rocha — Salgueiro, PE / Foto: Emerson Rocha

BRUSQUE VENCE O ITUANO NOS PÊNALTIS E AVANÇA À FINAL DA SÉRIE D

Foi na emoção dos pênaltis que o Brusque carimbou a vaga para a grande decisão da Série D! Neste domingo (4), no Augustou Bauer, a equipe catarinense venceu o Ituano no tempo normal por 2 a 0 e devolveu a derrota sofrida no primeiro jogo. Com o resultado, a partida se encaminhou para as penalidades e mais uma vez o time da casa levou a melhor, com um triunfo por 4 a 3.

Na final da competição, o Brusque terá pela frente o Manaus, que eliminou o Jacuipense no último sábado.

O jogo

Precisando da vitória depois de perder o primeiro jogo por 2 a 0, o Brusque dominou o primeiro tempo da partida. O bombardeio do time da casa começou aos cinco minutos de bola rolando. Jeferson Renan arriscou o chute e Pegorari evitou o gol. Dois minutos depois, o goleiro do Ituano fez mais uma grande defesa após finalização de Thiago Alagoano. Aos dez, Jeferson Renan teve nova chance e novamente Pegorari salvou o time paulista. Na marca dos 17, os catarinenses enfim abriram o placar no Augusto Bauer. Airton fez cruzamento, Fio subiu mais que a marcação e mandou para o fundo das redes: 1 a 0. A partir daí o ritmo do confronto diminuiu. Minutos antes do intervalo, o Ituano chegou pela primeira vez em cobrança de falta de Corrêa.

Na volta do intervalo, o Brusque seguiu pressionando. Aos sete, após cobrança de escanteio, Junior Pirambu cabeceou com perigo. Dez minutos depois saiu o segundo do time da casa. Thiago Alagoano recebeu bom passe, ficou de frente para o gol e bateu colocado sem dar chances para o goleiro do Ituano. Aos 31, os catarinenses tiveram ótima chance de ampliar, mas Pegorari, em dia inspirado, defendeu a cobrança de pênalti de Junior Pirambu. Três minutos depois, foi a vez do Ituano assustar. Após bola alçada na área, Adilson testou firme para boa defesa de Dida. Sem mais bola na rede a partida se encaminhou para as penalidades. Nas cobranças, Thiago Alagoano, Airton, Thiago Henrique e Zé Matheus converteram para o Brusque, que também contou com uma defesa do goleiro Dida para carimbar a vaga para decisão da Série D.

CBF/ Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC

RODADA EQUILIBRADA DA SÉRIE A2 DO PERNAMBUCANO

A segunda rodada do Campeonato Pernambucano Série A2. Neste último fim de semana, quatro partidas foram realizadas, quem levou vantagem foi a equipe do Porto, de Caruaru. O 1º de Maio, jogando em casa contra o Ipojuca, fez sua parte, venceu a equipe da zona da mata sul do estado por 2 X 1. Com o resultado a equipe de Petrolina, única representante do Sertão pernambucano, somou seus primeiros 3 pontos, respirando melhor na competição. Com esse placar o 1 º de Maio assumiu a 4ª colocação com 3 pontos.

Em Limoeiro, no Estádio José Vareda, o Centro Limoeirense empatou com o Íbis em 0 X 0 em jogo bastante movimentado, e com uma presença de torcedores que surpreendeu aos dirigentes, porém, não foi suficiente para tirar o Centro da zona de rebaixamento. Com apenas um ponto em dois jogos, o Centro Limoeirense está na 7ª colocação na tabela de classificação.

No sábado, na abertura da rodada, o Vera Cruz enfrentou o Porto na Arena de Pernambuco. Sem gols, a partida terminou em 0 X 0, o Porto permanece na 1ª colocação com quatro pontos, mesma pontuação de Decisão e Íbis, mas o time de Caruaru leva vantagem no saldo de gols.

Na Arena de Pernambuco, Estádio de Copa do Mundo, que vem sendo muito utilizado por vários jogos do Pernambucano a2, futebol feminino, série c e série b, o Retrô enfrentou a equipe do Decisão, de Bonito. A equipe do Retrô, vencia até os 47, quando aos 48 do segundo tempo o Decisão empatou. O Retrô soma

dois pontos em dois jogos. Com maior investimento da competição a equipe do Retrô está na 5ª colocação com 2 pontos.

A classificação do campeonato está assim;

1º Porto com 4 pontos

2º Decisão com 4 pontos

3º Íbis com 4 pontos

4º 1º de Maio com 3 pontos

5º Retrô com 2 pontos

6º Vera Cruz com 2 pontos

7º Centro Limoeirense com 1 ponto

8º Ipojuca com 0 ponto

Sebastião Costa – Foto/ Emerson Rocha

NO SANTA CRUZ, PIPICO PARA POR CERCA DE TRÊS SEMANAS; MISAEL TAMBÉM TEM LESÃO DETECTADA

Depois das lesões de Pipico e Misael, o vice-presidente médico do Santa Cruz, Antônio Mário concedeu entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira para esclarecer a situação dos jogadores. Hoje, além dos dois, Hériclis, Carlos Renato também ocupam o Departamento Médico coral. Artilheiro coral, o camisa 9 está com uma lesão de grau dois (gravidade média) na panturrilha esquerda e deve ficar três semana de fora.

Segundo Antônio Mário, a panturrilha é “um músculo trabalhoso”, então a situação será reavaliada semanalmente.

Quanto à lesão do centroavante, Antônio rechaçou a possibilidade de estar relacionada à idade avançada do jogador, que já tem 34 anos. Para ele, “são acidentes de trabalho que acontecem”. Ele ainda reafirmou o passado de poucas lesões do atacante coral.
Quanto a Misael, o atacante está com uma lesão de grau (gravidade leve) um no músculo posterior da coxa direita. Ele deve retornar de 7 a 10 dias e, provavelmente, fica de fora do confronto contra o Imperatriz-MA na próxima sexta-feira.

Antônio explicou também a situação geral dos quatro atletas. Hériclis está em transição e deve ser liberado dentro de 30 dias. Carlos Renato já consegue fazer os movimentos normais na água, ele está em transição, mas o médico não deu previsão de retorno por ser uma caso que “tem que avaliar passo a passo”.

O vice-presidente médico do Tricolor ainda falou sobre Marcelo Mattos. O volante foi poupado da viagem para o Rio Grande do Norte na última semana e treinou em separado na tarde desta segunda. O atleta vem de uma entorse no tornozelo direito.
“Ele hoje já se movimentou, está bem melhor que estava na semana passada, mas eu não posso lhe responder se ele está liberado para o jogo da sexta, porque a gente ainda está na segunda”.
Provocado, o médico ainda respondeu como reabilitar o Santa Cruz no campeonato.
“A história do clube sempre foi assim, não é fácil. Se tiver que ser mais uma vez, vai ser como sempre foi, até o final lutando”

Vítor Aguiar /Especial para o Diario – Foto: Jota Santana/ Santa Cruz


DUAS PARTIDAS ENCERRAM A PRIMEIRA RODADA DO PERNAMBUCANO A2

Vera Cruz e Retrô e Decisão e Centro Limoeirense encerram a primeira rodada do Campeonato Pernambucano Série A2 nesta semana, que teve início nesse sábado (27), no Ademir Cunha, onde o Íbis venceu o 1º de Maio. Já no domingo (28), no estádio Lacerdão, o Porto derrotou por 3 a 0 a equipe do Ipojuca. 

Dando continuidade a rodada, Vera Cruz e Retrô vão disputar forças, nesta terça-feira (30), às 15h, na Arena de Pernambuco. O confronto tem tudo para ser um grande jogo, já que os clubes não mediram esforços para montar boas equipes. Os responsáveis por arbitrar a partida são o árbitro Nairon Pereira; os auxiliares Gilberto Freire e Ricardo Jorge Nunes e o quarto árbitro Hugo  Soares. 

Já na quarta-feira (31), no estádio Arthur Tavares, o Decisão enfrenta o Centro Limoeirense na disputa pela primeira vitória. A arbitragem para o confronto é formada pelo árbitro Paulo Belence, os auxiliares José Romão e Victor Matheus de Lavor e o quatro árbitro Joao Lucas Vieira. 

Até o presente momento, o Porto é o atual líder da competição devido ao saldo de gols. Com os mesmos três pontos, o Íbis ocupa a segunda colocação por ter marcado apenas dois gols a menos. 1º de Maio e Ipojuca ocupam, respectivamente, sétima e oitava colocação. 

Por Assessoria FPF Foto: Divulgação FPF

BRUSQUE, MANAUS, JACUIPENSE-BA E ITUANO GARANTEM ACESSO À SÉRIE C; CONFIRA OS DUELOS DAS SEMIS

Após quase quatro meses de disputas, a Série D do Campeonato Brasileiro definiu neste fim de semana os quatro times que garantiram vaga na terceira divisão de 2020. São dois acessos inéditos, Manaus-AM e Jacuipense-BA, e dois que estavam há algum tempo longe da terceira divisão, Brusque-SC e Ituano-SP.

A definição dos classificados ocorreu neste fim de semana. O primeiro a garantir a vaga foi o Manaus, no sábado. O time amazonense venceu o Caxias-RS por 3 a 0 (tinha perdido na ida por 1 a 0) e comemorou diante de 44 mil torcedores na Arena da Amazônia. É a primeira vez que a equipe de apenas seis anos disputará a Série C.

Ainda no sábado, o Ituano garantiu a segunda vaga. A equipe paulista perdeu por 1 a 0 para o Itabaiana-SE, fora de casa. Mas como venceu a partida de ida por 3 a 1, comemora o retorno à terceira divisão após 12 anos.

Neste domingo, mais dois classificados. O Jacuipense-BA venceu o Floresta-CE por 1 a 0 e consegue o acesso inédito. Na partida de ida, no Ceará, os times haviam empatado em 2 a 2. E o último classificado foi o Brusque-SC. A equipe catarinense goleou o Juazeirense por 4 a 0 após ter perdido o jogo de ida por 1 a 0. Time volta à terceira divisão após 31 anos.

Duelos das semifinais

Após os confrontos do fim de semana, foram definidos os confrontos das seminais da Série D. Assim como nas quartas de final, os duelos foram definidos por chaveamento olímpico, obedecendo a classificação geral.

Apesar de ter os mesmos 26 pontos de Manaus e Jacuipense, o Brusque tem um saldo maior de gols de por isso finalizou na primeira colocação. Com isso, enfrentará o Ituano, que ficou em quarto entre os quatro.

O Manaus ficou em segundo, por conta do saldo de gols, e enfrentará o Jacuipense, na outra semifinal. Os duelos ocorrem nos dois finais de semana e os times com melhor campanha decidem em casa.

Semifinais

Brusque x Ituano

Manaus x Jacuipense

Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC

Por GloboEsporte.com — Manaus, AM

NÁUTICO PRESSIONA, FAZ GOL NO FIM, VENCE TREZE-PB POR 1 A 0 E ENTRA NO G4 DA SÉRIE C

Nos Aflitos, o Náutico superou no Treze-PB e venceu o lanterna do Grupo A pelo placar mínimo. A equipe teve domínio ofensivo na maior parte do jogo, mas só conseguiu sair do zero aos 34 da segunda etapa, com gol de Rafael Oliveira. Nos minutos finais, o Treze ainda teve um jogador expulso. Com a vitória, o Timbu voltou ao G4 da Série C, assumindo o quarto posto do Grupo A, três pontos à frente do Imperatriz-MA. 

A partida registrou duas marcas inéditas nesta Série C para o Náutico: o Estádio dos Aflitos teve o maior público na competição com quase 10 mil torcedores e a equipe engatou duas vitórias seguidas. O noite foi recheada de lembranças aos 51 anos do hexacampeonato estadual. Agora, o Náutico começa a sonhar com a liderança do Grupo A. A equipe está a três pontos do primeiro colocado, Confiança-SE, que é o próximo rival alvirrubro, na próxima sexta-feira às 20h. A equipe sergipana ocupa a liderança do Grupo A da Série C.
O JOGO
Com apenas vinte segundos de jogo, o Náutico chegou perto de abrir o placar. Jefferson Nem roubou a bola próximo à área, entrou pela esquerda, sem marcação e, cara a cara com Mauro Iguatu bateu sem força para a defesa do goleiro. A intensidade não parou por aí. O início do jogo foi bastante violento e, aos sete minutos, já tinham sido distribuídos dois amarelos, um para o meia Bismarck, do Treze e um para o lateral Wilian Simões, do Náutico. 
O Náutico não demorou a tomar o domínio ofensivo da partida e, em boa chance aos oito minutos, Paulinho recebeu sozinho na área e bateu para o gol, mas a arbitragem já indicava a posição irregular do atacante alvirrubro, que sequer protestou. A primeira boa chance do Treze veio aos 17. Após cruzamento da direita, a bola passou por toda a defesa alvirrubra e chegou livre na segunda trave para Eduardo. O atacante chegou sem equilíbrio na bola, bateu de canela e mandou para fora. Em mais uma boa chegada com Eduardo, dois minutos depois, o atacante acertou um voleio na lateral do campo.
Aos 19, um jogador do Treze ficou caído em campo e o Náutico seguiu jogando. Quando recuperou a bola, cerca de meio minuto depois, os paraibanos pararam o jogo e foram pra cima dos alvirrubros. O princípio de confusão não gerou cartões, mas deixou a partida parada por mais de um minuto. Com o passar dos minutos, o jogo se manteve duro e as equipes encontravam dificuldades no setor criativo.
Aos 34, o Náutico teve duas grandes oportunidades de abrir o placar. Na primeira, Thiago pegou o rebote de fora da área mandou um chutaço, que desviou e passou ao lado do gol alvinegro. Na cobrança do escanteio, a bola chegou para Jefferson Nem, que sem goleiro, limpou da defesa e bateu ao lado do gol. Aos 37, mais uma grande oportunidade para o Timbu, Nem recebeu sozinho cara a cara com Iguatu, mas bateu sem força para a defesa do goleiro com o pé.

Foto: Léo Lemos/ CNC – Vítor Aguiar /Especial para o Diario

1 2 3 48