GABRIEL É HERÓI, FLAMENGO VIRA SOBRE O RIVER NO FIM E É CAMPEÃO DA LIBERTADORES

Campeão da Copa Libertadores em 1981, o Flamengo finalmente conquistou seu bicampeonato do torneio continental. De forma dramática, o time brasileiro virou sobre o River Plate nos acréscimos do segundo tempo, com dois gols do atacante Gabriel, e venceu por 2 a 1 no Estádio Monumental de Lima, no Peru, neste sábado. O atacante colombiano Rafael Borré fez o gol do time argentino.

O jogo começou com protagonismo ofensivo do Flamengo, que tomou a iniciativa e marcou presença no campo adversário. O River, porém, manteve a linha de defesa sólida e resistiu à pressão nos minutos iniciais. 
Bem na marcação e objetivo no contra-ataque, o time argentino foi traiçoeiro e surpreendeu aos 15 minutos: Nacho Fernández cruzou rasteiro da direita, Arão e Gerson não cortaram e Borré apareceu livre para bater o goleiro Diego Alves.
Depois do 1 a 0, o Flamengo seguiu com mais posse de bola, mas o River manteve a solidez defensiva e passou a levar mais perigo, criando boa chance com De La Cruz, que não concluiu. 

Pouco depois, Gerson acusou dores e foi substituído por Diego. E o River voltou a assustar: aos 21, Suárez recebeu dentro da área, livre, e cruzou rasteiro. Marí se esticou todo para cortar o perigo. Logo após, chute perigoso de Fernández.
A partida seguiu tensa e o Flamengo voltou a ter uma boa oportunidade aos 30 minutos: Diego tocou para Gabriel, que rolou para Éverton Ribeiro cruzar em direção a Arrascaeta, que errou o voleio. No rebote, Diego isolou.
Nos minutos finais, o time brasileiro foi para o ‘abafa’ e levou perigo com Gabriel, que teve bom passe para Bruno Henrique interceptado. Corte providencial para o River. O time argentino, porém, sucumbiria logo na sequência.
Aos 43, Bruno Henrique achou Arrascaeta dentro da área. O uruguaio cruzou rasteiro e achou Gabriel livre. O atacante só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das rede. E ele não parou por aí.
Três minutos depois, após lançamento, o camisa nove levou a melhor sobre o zagueiro Pinola e soltou a bomba de pé esquerdo para virar o jogo. Gabriel ainda seria expulso em confusão no fim da partida, mas isso não impediu o título dramático do Flamengo, campeão da Libertadores 38 anos depois.

Agência Estado (Foto: Ernesto Benavides/AFP)

COM APENAS 13 ATLETAS COM CONTRATO PARA 2020, SPORT AGENDA DATA PARA INICIAR RENOVAÇÕES

A festa pelo acesso para a Série A de 2020 começará a dar espaço a um período de muita conversas e ligações no Sport. A partir da próxima segunda-feira, o clube rubro-negro pretende intensificar o planejamento para a próxima temporada. E isso passa necessariamente nas renovações de contratos de jogadores e do técnico Guto Ferreira. Para se ter uma ideia, do time titular que entrou em campo contra a Ponte Preta e garantiu o acesso na última quarta-feira, apenas o goleiro Luan Polli, zagueiro Eder, o volante Marcão e o atacante Elton tem contrato para o próximo ano. 

“Já temos algumas conversas prévias, mas nos demos dois dias de folga – sábado e domingo – e segunda-feira é que vamos começar a colocar em prática. Qualquer coisa que eu falar agora pode atrapalhar. Não posso adiantar nada. Já tivemos algumas conversas prévias, lógico, mas nosso foco era o acesso. E a definição final será na reunião de segunda-feira”, garantiu o diretor de futebol do Sport, Nelo Campos.
Mas a renovação de contratos passará, primeiramente, por a permanência ou não do técnico Guto Ferreira. Há, entretanto, um interesse mútuo entre as partes que leva a uma sinalização por renovação. 
“Já tivemos algumas conversas prévias e já temos coisas alinhadas. Mas tanto o foco dele como o nosso sempre foi o acesso. Tanto ele mesmo fez questão de firmar isso. E a confiança que existe entre ambas as partes nos deu a tranquilidade para trabalhar sem desespero e estamos trabalhando sem desespero. Então ele vai descansar esse final de semana e a gente também vai descansar. E a partir de segunda-feira vamos traçar, não só a questão financeira, que ele mesmo já deixou claro que o financeiro não é tudo, e traçar o projeto para 2020 e daí vai começar a renovação final dele”, explicou Nelo.

Por: Anderson Malagutti

PEDRO MANTA É APRESENTADO NO AFOGADOS

O técnico Pedro Manta está de volta ao Afogados da Ingazeira, para o Pernambucano A1 em 2020. A apresentação foi na última quarta-feira na loja da Coruja do Sertão. Além de Diretores, se fizeram presentes as torcidas organizadas, Afogados Chope e Torcida Jovem, além da imprensa do Pajeú com as Rádios, Afogados FM, Pajeú FM e Rádio Cultura FM de Serra Talhada.

Na apresentação, Pedro Manta falou das dificuldades que vem pela frente, pois são várias competições ao mesmo tempo e requer um maior planejamento. Pedro Manta pretende trabalhar com 25 atletas e vai se reunir com a diretoria em busca de solução, uma vez quê, com uma folha de pagamento no limite, a estratégia é buscar nomes conhecidos da região. Manta falou ainda, do formato da competição que será mais difícil com a chagada do Ratrô e também com um Náutico embalado com o campeonato da série C.

A apresentação dos atletas está prevista para o dia 16 de dezembro e vai contar com uma solenidade, como nos anos anteriores. Os diretores Ênio Amorim e Márcio, também participaram e falaram das expectativas para temporada, que para eles já começou. A equipe vai participar do Pernambucano A1, Copa do Brasil e Série D do Brasileirão.

PERNAMBUCANO A1 2020 MUDA FÓRMULA

O Conselho Arbitral da FPF se reuniu hoje (18) a tarde para definir como será o campeonato pernambucano 2020. O novo formato é inédito, são 13 datas, com início no dia 18 de janeiro. Segundo o presidente Evandro Carvalho, a reunião proporcionou aos clubes um entendimento satisfatório e assim se chegou ao senso comum. Só um detalhe ficou pendente, as datas das finais. Um contato com a CBF definirá qual o dia e hora.

São dez equipes que enfrentam em turno apenas de ida, daí os seis melhores se classificam, e os quatro últimos duelam em um quadrangular com pontos corridos definindo os dois rebaixados à Série A2. Dos seis que passam de fase, os dois primeiros já estão garantidos na semifinal, o 3º enfrenta o 6º e o 4º duela com o 5º para definir os outros dois semifinalistas – estes confrontos serão realizados em jogo único, com mando para a equipe de melhor desempenho na primeira fase.

Na semifinal, novamente jogo único, com o líder e vice-líder da primeira fase tendo o mando de campo por conta da melhor campanha. Já na final, os duelos serão em ida e volta, com o time que tiver feito mais pontos ao longo da primeira fase realizando a segunda partida em casa.

Regulamento do Pernambucano de 2019

Nº de participantes: 10 clubes

Náutico, Sport, Santa Cruz, Central, Salgueiro, Vitória, Afogados, Petrolina, Decisão e Retrô

Data: começa 18 de janeiro

1ª fase: turno único; Todos os clubes se enfrentam em jogos de ida, se classificando os seis melhores e os quatro piores realizam um quadrangular de pontos corridos em três datas para definir os dois rebaixados. Os dois primeiros nesta fase já se garantem na semifinal.

2ª fase: mata-matas; Disputada em jogo único, com o 3º colocado enfrentando o 6º, e o o 4º jogando contra o 5º para definirem os outros dois semifinalistas. Os times de melhores campanha fazem a partida como mandantes. Em caso de igualdade, a decisão será nos pênaltis.

3ª fase: semifinal; Também disputada em apenas um jogo com o mando para o líder e vice-líder da primeira fase. Em caso de igualdade, a decisão será nos pênaltis.

4ª fase: final; Realizada em jogos de ida e volta, com o time de melhor campanha fazendo o segundo jogo em casa. Para a definição do campeão, será considerada a soma da pontuação nos dois jogos. Em caso de igualdade em pontos, o primeiro critério será o saldo de gols na fase (sem gol qualificado). Persistindo o empate nos 180 minutos, o campeão sairá nos pênaltis.

SPORT DECEPCIONA NA ILHA

Decepção. Esse foi o sentimento da torcida do Sport, no jogo deste domingo na Ilha do Retiro, válido pela 36ª rodada da Série B, do Campeonato Brasileiro. O que era para ser festa, se tornou em apreensão. Com duas rodadas ainda para finalizar o campeonato, o Sport precisa de um empate no jogo de quarta-feira, contra a Ponte Preta na Ilha, às 21:30, para o acesso à série A 2020. Na classificação o Sport tem 64 pontos, seguido por, Atlético/GO, Coritiba/PR e América/MG. Um empate, garante o leão na elite do futebol.

24.420 torcedores foram a Ilha, e viram um time diferente daquele que enfrentou e venceu o Botafogo/SP em São Paulo. O time foi apático, e para tranquilidade da nação, basta um empate, contra a Ponte Preta. A equipe sentiu os desfalques logo na primeira etapa. Leandrinho e Rafhael Thyere foram as peças que poderiam mudar a história do jogo.

Num lance de bola na área, Guilherme tentou de bicicleta mais a bola saiu fraca. Marquinhos, pela direita chutou cruzado e a bola saiu pela linha de fundo. O Vila Nova, teve sua chance mais a bola para no goleiro Luan Poli. No retorno para a etapa final, Guto Ferreira sacou Marquinho para a entrada de Yan, na intenção justamente de dar maior volume ofensivo pelos lados, com qualidade e velocidade. Porém, o primeiro lance de perigo foi para o Vila Nova, com um chute perigoso de Capixaba, que desviou em Cleberson, e assustou Luan Polli, aos cinco minutos. Na sequência, Gustavo Henrique cabeceou para fora. A tensão só crescia na Ilha.

Agora é esperar e soltar o grito de voltei a série A da torcida rubro-negra. Encontro marcado, Ilha do Retiro, quarta-feira. 21:30.

Foto: Paulo Paiva

BRASIL É TETRA SUB 17

A conquista da Seleção Brasileira Sub 17 começou no jogo contra a França. O time brasileiro se superou naquele jogo e deu total demonstração de força para o jogo final contra o México, na noite deste domingo (17). A torcida que esteve presente no Estádio, acreditou nos meninos e eles, em campo deram conta do recado. No primeiro tempo foram 13 chutes ao gol e 4 finalizações. O Brasil começou a ficar visivelmente nervoso, enquanto a equipe mexicana fazia um jogo com mais cautela. Pelos números acima, nota-se que o maior volume de oportunidades foi do Brasil, porém, a falta de gols começou a mexer com a torcida, e a inquietação das arquibancadas passava para dentro de campo, refletindo nas jogadas e deixando a equipe brasileira pavorosa.

O segundo tempo foi idêntico ao primeiro, Kaio Jorge e Patryck, sempre dando trabalho ao goleiro mexicano. Com boa jogada de Pizzuto, pela esquerda, Gonzales, de cabeça abriu o marcador para o México depois de cabecear forte, abrindo o placar. Quando tudo parecia perdido, numa jogada dentro da área mexicana, e finalizada pelo Brasil, o juiz paralisou o jogo e atendeu ao chamado do VAR. após análise do árbitro de vídeo, foi marcado uma penalidade máxima, que Pedro Jorge, pernambucano, converteu, e deu novo ânimo à torcida. Aos 47, acréscimo dado pela arbitragem, Yan cruzou da esquerde, e Lázaro, que vinha na corrida, com um toque de primeira colocou o Brasil na frente, era o gol do título.

Lembrando que a seleção brasileira não iria participar do mundial, isso só foi possível pelo fato de acontecimentos no Peru, onde seria realizada a Copa do Mundo, FIFA, transferiu o mundial para o Brasil, dando a vaga à seleção verde e amarela por ser anfitriã. Com o resultado o Brasil é Tetra campeão.

EM 2020 A EQUIPE SHOW DE BOLA EM NÍVEL NACIONAL

A Equipe Show de Bola da Rádio Cultura, fará um investimento maior em 2020. Com profissionais comprometidos com a comunicação esportiva de Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco. Chico Silva, o narrador da nova geração, Sebastião Costa e Marcos Aurélio, no plantão bem informado, e André Moraes, o repórter show de bola, esses profissionais já credenciados pela FPF – Federação Pernambucana de Futebol e CBF – Confederação Brasileira de Futebol, farão parte da maior rede esportiva do Neste.  A Rádio Cultura FM 92,9 com sede em Serra Talhada, onde esses profissionais atuam, está dando todo o suporte para uma grande maratona na cobertura do Campeonato Pernambucano A1, Copa do Nordeste, Brasileirão da Série D e Copa do Brasil.

A equipe se prepara e já está em campo com sua turma de marketing e comercial e busca de patrocínio em toda a região do Pajeú, área de atuação da Rádio Cultura e que tem uma cultura e uma paixão pelo futebol pois seu único representante, o Afogados da Ingazeira, só não irá participar da Copa do Nordeste, na lista citada acima.

Serão dezenas de jogos, mas a atuação da equipe nos campos já se tornou marca registrada, onde o Time Afogados atuar sempre teremos informações da equipe. Em 2020, novos parceiros estarão com a equipe, que fará o lançamento no mês de dezembro na cidade de Afogados da Ingazeira em um programa especial.

As empresas com interesse em fazer parte do line-up da equipe Show de Bola, da Rádio Cultura FM 92,9 é só ligar no 87 9.99300454, esse é o número do Departamento Comercial da Equipe Show de Bola. Segundo Sebastião Costa, “ainda temos espaços em nossa programação esportiva que, além das transmissões, temos a resenha show de bola e os jogos que iremos fazer em parceria com a Rádio Jornal”. Hoje, a Rádio Cultura FM 92,9 é a única emissora em Serra Talhada com autorização para reproduzir seus conteúdos.

DECISÃO, CLUBE FAMÍLIA.

Silvio Costa, não imaginava que, vinte e três anos depois, uma de suas crias, desse tanto resultado quanto o Time do Decisão, da cidade de Bonito, no agreste pernambucano. Fundado em 1996, o clube surgiu por conta do Colégio, onde Silvio era professor e proprietário. Com poucos recursos, sua história é bem interessante. Por pertencer a uma escola, e rodar por várias cidades, o Decisão já teve participação com empresas internacionais.

Hoje, Seu Epitácio, presidente do clube, adquiriu todos os direitos ao comprar do antigo dono, em 2007, o Colégio, juntamente com clube, e assim, estaria colocando na história, o primeiro clube empresa do Estado de Pernambuco, ou melhor, do país.

A equipe rodou em algumas cidades do estado, Itambé, Recife, Timbaúba e Camaragibe. Foi vice-campeã em 2001 da Copa Pernambuco. Tempos depois, o time foi para Chã Grande, cidade também do agreste de Pernambuco e lá fez uma parceria importante com o Florida Rush, dos Estados Unidos. A ideia era de cooperação técnica, mas não durou muito e no mesmo ano a parceria foi desfeita.

Como todos os clubes, que não tem recursos de patrocínio alto, o Decisão, que tem sua sede atualmente na cidade de Bonito, pode trocar de lugar mais uma vez, caso a Prefeitura da Cidade deixe de apoiar a equipe. Como clube empresa, a família de Seu Epitácio, tem uma participação forte no clube, no Conselho Deliberativo e na direção.

SPORT PODE SUBIR PARA SÉRIE A NESTA SEXTA

A equipe do Sport pode ter seu acesso confirmado na noite desta sexta-feira caso o América/MG e o Paraná/PR percam seus jogos. O leão da Ilha espera essas partidas, se o resultado favorecer os leoninos, o jogo de domingo, contra o Vila Nova/GO, será de festa. O América joga em casa contra o Vitória/BA, se vencer os baianos, o América entra no G4, se perder dá a chance ao Sport. Já o Atlético/GO, joga em casa contra o Paraná/PR, se vencer, a equipe paranaense, o Atlético ficará muito próximo da classificação e aí, o Sport se classifica sem entrar em campo e faltando três rodadas.

O Sport, enfrenta o Vila Nova/GO na Ilha do Retiro, no Domingo, e a venda de ingressos já estão a todo vapor. São esperados mais de 25 mil torcedores, seja para garantir o leão, com uma vitória, ou já sabendo do resultados dos jogos desta sexta. O Sport vem completo para esse jogo, e guto ferreira espera contar com a força que vem das arquibancadas.

PM é campeã da Copa das Empresas de Serra Talhada

A Copa das Empresas de Serra Talhada conheceu na noite de hoje (14), o seu campeão. Em jogo com um primeiro tempo muito duro, a equipe da Polícia Militar enfrentou o Atacadão e venceu a partida por 5 X 1, com gols de Alan, 2 e Joaquim, 3. Já pela equipe do Atacadão, Guilherme descontou.

O jogo com muitas faltas, mais com uma superioridade dos PM’s, que era visível, não foi difícil de esperarmos um placar elástico. O Atacadão, time estreante na competição demonstrou resistência, mas a qualidade técnica entre as duas equipes dava o ritmo de jogo. Sem peças no banco que pudesse suprir os jogadores que estavam em quadra, a equipe Atacadista foi logo superada pelo cansaço de seus jogadores, destaque para o goleiro Rui, que recebeu o troféu de melhor goleiro da competição. No mais, Douglas na frente, mas solitário entre os zagueiros da PM, não pode fazer muita coisa, a marcação forte impediam suas investidas.

A PM foi superior e assim conseguiu seu terceiro título seguido. Com um jogo de muito toque de bola, sempre envolvendo a equipe adversária pelas laterais, não demorou muito para fazer o placar. Com jogadores experientes e ao contrario da equipe adversária, tinha no banco jogadores de qualidade, daí, a vantagem de ter em quara uma equipe descansada. A PM foi superior em toda a competição sendo desde o início a favorita.

A organização avaliou como positiva a edição deste ano, com um número recorde de participações, 21 equipes deram o ar da graça e tornou uma das competições com maior número de atletas da região do Pajeú.

1 2 3 49